Tendo China como maior comprador, Rondonópolis bate recorde em exportações em 2021 e lidera ranking de MT

Imprimir
+ Agronegócio
Segunda, 17 Janeiro 2022 | OlharDireto
Rondonópolis fechou o ano de 2021 com recorde em exportações. Entre janeiro e dezembro, o total da cidade chegou a U$ 2.154,07 bilhões, o que a coloca como maior exportadora de Mato Grosso e 23ª do Brasil. Os dados foram divulgados pelo Ministério da Economia. O total exportado por Rondonópolis em 2021 equivale a 10,7% do total das exportações de Mato Grosso no período. No Brasil, as exportações da cidade representam 0,8% do total exportado.
Além do valor recorde, Rondonópolis teve aumento de 21,1% nas exportações em 2021 em comparação com 2020, quando o total das exportações chegou a U$ 1.777,58 bilhão.
A cidade também lidera o ranking mato-grossense em importações, figurando ainda como o 36º município que mais importou no Brasil em 2021. Entre os meses de janeiro e dezembro, Rondonópolis importou um total de U$ 1.319,35 bilhão, o que representa 42,4% de todo volume importado por Mato Grosso e 0,6% das importações brasileiras. Em comparação com 2020, as importações da cidade em 2021 tiveram crescimento de 83,6%.
Com aumento nas exportações e também nas importações, o saldo da balança comercial de Rondonópolis, que é a diferença entre as exportações e importações, fechou o ano de 2021 em U$ 834,73 milhões. O valor é um pouco menor do saldo registrado em 2020, quando o Município fechou o ano com saldo de U$ 1.058,84 bilhão.
A China foi o país que mais comprou produtos de Rondonópolis em 2021, com U$ 613 milhões negociados, o que representa 28,5% do total exportado pela cidade no período. Na sequência vem a Tailândia, para quem foram exportados U$ 357 milhões, e a Indonésia, com U$ 322 milhões.
Já a Rússia figura como o país que mais vendeu produtos para Rondonópolis, com o volume total de U$ 268 milhões importados entre janeiro e dezembro de 2021, o que representa 20,3% do total das importações. Em seguida aparece a China, de quem foi importado um total de U$ 193 milhões, Canadá U$ 186 milhões e EUA, com U$ 158 milhões.
No ano, o produto que representou a maior parte das exportações de Rondonópolis foi a torta e outros resíduos do óleo de soja, com 50% do total do volume exportado. Em segundo aparece a soja, mesmo triturada, representando 25% das exportações. Na sequência ainda aparece o algodão, que representou 9,2% do volume exportado, o milho (5,8%), e as carnes bovinas (4,2%).
Já os fertilizantes são os produtos que representam a maior parcela das importações de Rondonópolis em 2021. Os fertilizantes potássicos representaram 37% das importações, seguidos dos fertilizantes com azoto, fósforo e potássio, 34%, e os azotados, com 25%.

 

 
 
 
 
 
Joomla 1.6 Templates designed by Joomla Hosting Reviews