Agricultores de Jangada recebem 1500 mudas do Pró-limão e orientação técnica para cultivo pela EMPAER

Imprimir
+ Agronegócio
Segunda, 10 Fevereiro 2020 | DA REDAÇÃO
O cultivo do limão Taiti é uma nova opção de renda para agricultores familiares do município de Jangada, que recebem neste mês de fevereiro 1500 mudas melhoradas geneticamente. O técnico em agropecuária da Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer), Edgar, esclarece que as mudas foram repassadas para 3 produtores rurais e a expectativa é de produzir em apenas um hectare mais de 14 toneladas de limão por ano.
As condições climáticas e o solo fértil favorecem a cadeia produtiva da citricultura na região, o que pode garantir produção durante o ano todo quando os frutos são irrigados. O técnico Edgar fala que o pesquisador do Instituto Agronômico do Paraná (Iapar) e consultor técnico do programa, Eduardo Firmino Carlos, dará orientação aos produtores sobre a correta calagem, adubação, preparo do solo, porta enxerto e clone do Taiti, que é o IAC-5, enxertado em porta enxerto de Citrumelo Swingle, tolerante a gomose, principal problema do Taiti na região.
O município de Jangada faz parte do Pró-Limão, programa estadual executado pela Secretaria de Agricultura Familiar (Seaf), que visa fomentar e fortalecer a cadeia produtiva do limão como alternativa sustentável de geração de renda. O objetivo é dar sustentabilidade ao cultivo da citricultura com informações técnicas e orientações sobre mudas, cultivo e outros.

 

 
 
 
 
 
Joomla 1.6 Templates designed by Joomla Hosting Reviews